Putin inaugura ponte ligando Rússia a Crimeia anexada dirigindo caminhão

Putin dirige caminhão em abertura de ponte até Crimeia (Foto: REUTERS) Foto: Reuters

PUTIN – Dirigindo um caminhão, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, inaugurou nesta terça-feira a seção rodoviária de uma ponte de veículos e trens ligando seu país à península anexada da Crimeia e desafiando a Ucrânia, que disse que a medida mostrou um desprezo cínico pela lei internacional.

Ao volante de um caminhão de carga pesada laranja Kamaz, Putin percorreu todos os 19 quilômetros da ponte sobre o Estreito de Kerch. A “ponte Putin”, como alguns russos a estão chamando, foi projetada para conectar a Crimeia à rede de transporte da Rússia.

Em uma cerimônia transmitida ao vivo na televisão estatal, Putin foi recebido por operários animados do lado crimeio depois de atravessar a ponte em um comboio de veículos.

“Finalmente, graças ao seu talento, este projeto, este milagre aconteceu”, disse o líder russo aos operários.

Em Kiev, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, disse: “A construção ilegal da ponte de Kerch é a prova mais recente do desprezo do Kremlin pela lei internacional”.

“É particularmente cínico que esta inauguração esteja acontecendo na véspera do aniversário mais recente da deportação do povo crimeio-tártaro por parte do regime de Stalin”.

A Rússia anexou a Crimeia da Ucrânia em 2014, sendo alvo de sanções e provocando uma deterioração nos laços com o Ocidente. Muitos na Rússia viram a manobra como uma restauração do controle de Moscou sobre uma região historicamente russa.