Pai de Meghan Markle diz que irá ao casamento se médicos autorizarem

(Foto: Reuters)

LONDRES – O pai de Meghan Markle pediu autorização dos médicos que o tratam por problemas cardíacos para levar sua filha ao altar em seu casamento com o príncipe Harry, reportou nesta terça-feira, 15, o site de celebridades TMZ.

Thomas Markle disse que voltou a ser hospitalizado por causa de uma dor no peito depois de sofrer um ataque cardíaco na semana passada. Segundo ele, os médicos asseguraram que seu coração está “seriamente danificado”.

Mas ele garantiu ao TMZ que, se os médicos o autorizarem, arriscaria sua saúde voando para a Inglaterra para acompanhar sua filha no Castelo de Windsor no sábado.

O futuro sogro do príncipe Harry pressiona os médicos para ser liberado na quarta-feira.

“Eu odeio a ideia de perder um dos maiores momentos da história e levar minha filha ao altar”, declarou.

Thomas Markle também observou que perdeu um telefonema de sua filha na segunda-feira e, em seguida, recebeu uma mensagem de texto dizendo que ela o amava e estava preocupada com sua saúde.

Resultado de imagem para meghan

Antes, porém, o site “TMZ” havia publicado que Thomas cancelou a ida ao casamento para “não envergonhar” a filha depois de vir à tona que ele ganhou dinheiro de um agência fotográfica para ser “flagrado” se preparando para o grande dia da filha. Nos cliques divulgados pela imprensa britânica, o homem foi fotografado pesquisando sobre a Inglaterra e o casamento real.

O TMZ não informou se Thomas estava nos Estados Unidos ou no México, onde reside.

O palácio de Kensington, residência oficial do príncipe Harry, anunciou na segunda-feira que Meghan Markle estava passando por “um momento profundamente pessoal”, sem confirmar a ausência do pai, anunciada pela imprensa pouco antes.