Messi diz que rivalidade com CR7 foi “saudável” e que quer Neymar no Barça

BARCELONA – O atacante Lionel Messi, do Barcelona, declarou em entrevista ao jornal “Marca” que a rivalidade com Cristiano Ronaldo foi “muito saudável” e que gostaria de voltar a jogar ao lado de Neymar, embora considere muito difícil que aconteça.

“A rivalidade com Cristiano foi muito saudável e foi boa para o espectador”, comentou Messi, ao acrescentar que o português “deixaria saudades em qualquer equipe que tivesse jogado e fosse embora”, em alusão à saída de CR7 do Real Madrid para a Juventus.

Ao mencionar Neymar, do qual foi companheiro de equipe de 2013 a 2017, Messi afirmou que o retorno do brasileiro seria bom para o time catalão, mas que o Paris Saint-Germain não deverá liberar o jogador para nenhum outro clube.

“Adoraríamos que voltasse pelo que ele significa, tanto como jogador como para o vestiário. Somos amigos, vivemos coisas muito bonitas, outras nem tanto. Acho muito difícil que saia de Paris. O Paris Saint-Germain não vai deixar que levem o Neymar”, opinou.

Ao falar sobre a Bola de Ouro deste ano, conquistada pelo meia Luka Modric, do Real Madrid, o atacante argentino comentou que “sabia que nesta temporada não tinha possibilidade de ganhar”: “Sabia que eu não estaria lá”, confessou.

Outro assunto abordado na entrevista foi o sistema de árbitro de vídeo, que começou a ser implantado nesta temporada no Campeonato Espanhol.

“No início eu era reticente. Mas hoje em dia acredito que seja algo bom para o Espanhol e o futebol. Teve uma aceitação espetacular, tanto para os torcedores como para os jogadores. Acho muito bom”, disse Messi.