Governo investiga falha nas linhas de emergência 911

WASHINGTON – A Comissão Federal de Comunicação (FCC) anunciou nesta sexta-feira, 28, uma investigação para apurar a paralisação de mais de 24 horas nas linhas de emergência em todo os Estados Unidos.

Desde a noite de quinta-feira (27), foram registradas falhas nas ligações para o 911, o que a presidente da FCC, Ajit Pai, classificou como inaceitável.

A CenturyLink, empresa de comunicação com base na Lousiana responsável pelo funcionamento das linhas de emergência no território nacional, informou a interrupção do serviço às 13h01 de ontem e até o início da noite desta sexta-feira ainda havia problemas.

“Estamos avançando no trabalho, mas ainda não foi possível restaurar o fornecimento integralmente”, avisou a CenturyLink em comunicado.

Diante disso, as autoridades pedem que quando não for possível conseguir atendimento pelo 911, as pessoas devem ligar para as delegacias com o local exato da emergência.