Embaixadora Gilvânia Oliveira deixa Boston e assume diplomacia do Brasil no Panamá  

Embaixadora assume no Panamá com agenda mais politizada do que em Boston Foto: Net FlicK

BOSTON – A embaixadora Gilvânia Oliveira, consul-geral do Brasil em Boston, após quatro anos, anunciou na segunda-feira, 3, sua saída do maior consulado brasileiro nos Estados Unidos. Ela vai assumir a Embaixada do Brasil no Panamá ainda antes do Natal e disse que a temporada em Massachusetts foi vitoriosa, sobretudo, pela unificação da comunidade e a montagem do Conselho Cidadão.

Gilvânia assumiu o Consulado em 2014 num momento mais tranquilo com relação aos serviços mas encarou algumas necessidades. O Conselho de Cidadão talvez tenha sido o seu maior desafio. O Conselho  constitui foro informal e apolítico de aconselhamento dos Consulados do Brasil no exterior, de composição rotativa, com o objetivo de aproximar os brasileiros que vivem em países estrangeiros e a rede consular, estabelecendo a ponte Governo/Sociedade Civil no exterior.

Sua finalidade é a de permitir troca de ideias e coleta de informações sobre as necessidades, problemas e interesses da comunidade brasileira residente e domiciliada em cada jurisdição. Os Conselhos surgiram em 2011 com membros eleitos pela própria comunidade.

Em entrevista exclusiva ao BM NEWS ela destacou que ‘sua maior alegria à frente do Consulado em Boston foi supercar junto com a comunidade as adversidades enfrentadas’.

“Minha maior alegria aqui (em Boston) foi justamente vencer obstáculos que eram também os trabalhos mais difíceis”, disse ela.

No Panamá, onde será embaixadora, Gilvânia vai viver uma agenda diferente. A diplomata será responsável por uma pasta mais politizada e com negociações na área econômica. Embora o país hospede apenas 3 mil brasileiros (em Massachusetts são mais de 300 mil), ela já enfrenta em janeiro um desafio diferente com o Encontro da Juventude Católica ao lado do Papa.

“Devem vir muitos brasileiros e precisamos estar organizados para atender a todas as demandas e necessidades que possam surgir”, completou.