Corinthians. Botafogo e Cruzeiro  invertem favoritismo e são campeões estaduais

Vitória do Botafogo foi conquistada nos pênaltis após gol aos 49 minutos do segundo tempo

RIO – O Corinthians se tornou campeão paulista com cara de Corinthians. O time não tremeu no Allianz Parque lotado, domou o ambiente de favoritismo do Palmeiras neste domingo e chegou ao segundo título estadual consecutivo graças à frieza e ao controle de quem venceu por 1 a 0 no tempo normal, com um gol no primeiro minuto, e confirmou a conquista nos pênaltis, com vitória por 4 a 3.

No Maracanã, o Botafogo conseguiu abrir o placar aos 49 minutos do segundo tempo quando a torcida do Vasco já gritava ‘campeão’, levando o jogo para as penalidades máximas. A estrela de Gatito brilhou e o alvinegro carioca levantou a taça.

Em Minas, o Cruzeiro derrotou o Atlético Mineiro por 2 a 0, reverteu a vantagem sobre o maior rival e faturou o seu 37.º Estadual, ainda atrás do rival com 44 títulos. A equipe celeste não era campeã desde 2014. Arrascaeta e Thiago Neves marcaram os gols da vitória diante de 49.906 pagantes.

O Cruzeiro havia perdido o primeiro jogo por 3 a 1, mas por ter vencido por dois gols de diferença, igualou o agregado e ficou com o título por ter feito melhor campanha. Na primeira fase, os cruzeirenses terminaram 11 pontos na frente do rival.

No Rio Grande do Sul o Grêmio goleou mais uma vez ao Brasil (3 a 0) e garantiu o título para a equipe de Renato Gaúcho.