Cantora de ópera Montserrat Caballé morre aos 85 anos em Barcelona

MADRI – A renomada soprano Montserrat Caballé, que levou a ópera para as paradas de sucesso ao cantar “Barcelona” com Freddie Mercury há três décadas, morreu neste sábado, 6, aos 85 anos, disseram funcionários do hospital.

A cantora espanhola, que nasceu na capital catalã, estava com problemas de saúde há anos e foi internada no hospital em meados de setembro, disse um funcionário. Ela morreu no hospital Sant Pau, em Barcelona.

A casa de ópera Grande Teatro do Liceu, em Barcelona, onde Caballé se apresentou mais de 200 vezes, descreveu a cantora como “uma das sopranos mais importantes da história”.
O tenor espanhol José Carreras disse que ela possuía um grande alcance de voz, combinado com uma técnica impecável.

“De todos os sopranos que ouvi ao vivo no teatro, eu nunca ouvi alguém cantando como Caballé”, disse Carreras em entrevista à Catalunya Radio.

A família real da Espanha chamou Caballé de “a grande dama da ópera, uma lenda da cultura universal, a melhor entre os melhores”.

“Sua personalidade e sua voz única estarão sempre conosco”, disse a família real em publicação no Twitter.

Caballé lançou a música “Barcelona” com o vocalista do Queen, Freddie Mercury, em 1987. A música foi usada novamente durante a Olimpíada de Barcelona, em 1992, um ano após a morte de Mercury.

Renomada por suas performances de óperas italianas, ela também trabalhou com o falecido tenor Luciano Pavarotti.

Seu funeral deve acontecer em Barcelona na segunda-feira, relatou o jornal La Vanguardia.