Replay por vídeo deve ser usado na Copa do Mundo deste ano após aprovação da Ifab

(Foto: Reuters)

ZURIQUE – Os replays por vídeo para ajudar os árbitros de futebol em decisões difíceis devem ser usados na Copa do Mundo da Rússia neste ano, depois de o sistema ter sido aprovado neste sábado pelo International Football Association Board (Ifab).

A Fifa, entidade que administra o futebol no mundo, afirmou que o sistema de vídeo seria usado na Copa deste ano se fosse aprovado pelo Ifab, órgão que define as regras do esporte. Mas a Uefa afirmou que não vai utilizá-lo na próxima Liga dos Campeões.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse que a decisão final sobre o uso na Copa do Mundo será tomada em uma reunião do Conselho da Fifa em Bogotá, neste mês.

“Hoje, o sistema VAR é parte do futebol”, disse o presidente a repórteres. “Chegamos à conclusão de que o VAR é bom para o futebol e para os árbitros, pois traz mais imparcialidade ao jogo. Por essa razão, decidimos aprová-lo.”

De acordo com os protocolos do Ifab, o VAR só pode ser usado em quatro casos: pênaltis, gols, cartões vermelhos diretos e confirmação de jogador.

Um árbitro treinado, com acesso a um monitor e com constante comunicação com o principal delegado da partida, checa todas as decisões.

Se um erro“claro e óbvio” é identificado, o incidente pode ser mudado. O árbitro tem acesso a um monitor ao lado do campo e pode iniciar a revisão ele mesmo.