Melania faz turismo na China após partida de Trump para cúpula asiática

Melania Trump em visita à seção de Mutianyu da Grande Muralha da China (Foto: AP)

WASHINGTON/ PEQUIM – Embora o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tenha deixado Pequim nesta sexta-feira, 10,  para participar da cúpula do Fórum de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC, na sigla em inglês) no Vietnã, a primeira-dama, Melania, ficou para fazer turismo e viu pandas em um zoológico e visitou a Grande Muralha da China.

No Zoológico de Pequim, a ex-modelo de 47 anos alimentou um panda gigante chamado Gu Gu e aprendeu a respeito de sua nutrição e seu treinamento. Ela se encontrou com um grupo de estudantes que acenavam com bandeiras chinesas e norte-americanas em miniatura e distribuiu águias de pelúcia depois de assistir as crianças cantando uma canção folclórica chinesa no habitat do panda.

Depois Melania assinou um folheto escrevendo: “Obrigada, Zoológico de Pequim! Foi maravilhoso conhecer Gu Gu! Melania Trump”.

Melania e a muralha

De tarde, Melania caminhou ao longo da parte Mutianyu da Grande Muralha, de mais de 20 mil km de extensão, um patrimônio mundial tombado pela Unesco e parada frequente de chefes de Estado em visitas oficiais.

Como ocorreu com outras primeiras-damas, Melania aproveitou sua posição para patrocinar causas públicas, como a prevenção do assédio infantil e o combate à epidemia de opiáceos nos EUA.

Desempenhando um papel de destaque na visita asiática de diversas paradas do presidente, ela ganhou elogios nas redes sociais chinesas, sendo comparada à glamorosa primeira-dama chinesa, Peng Liyuan, e recebeu comentários positivos sobre sua desenvoltura para caminhar pelas pedras antigas do pavimento da Cidade Proibida em saltos altíssimos ao chegar a Pequim, na quarta-feira (8).

Acompanhada por Peng, Melania assistiu a uma apresentação cultural e participou de uma aula de culinária em uma escola primária na quinta-feira. Muitos usuários do Weibo, o equivalente chinês do Twitter, elogiaram a graciosidade e o estilo de Melania, além de sua sensibilidade cultural.

Na China ela privilegiou casacos austeros e vestidos escuros de Dolce & Gabbana e Alexander McQueen, contrastando com o traje vermelho Delpozo e os saltos azuis que usou ao chegar à Coreia do Sul dias antes.