Globo de Ouro será teste para temporada de premiações de Hollywood após escândalos sexuais

Mandatory Credit: Photo by James Shaw/REX/Shutterstock (6118442z) Michelle Williams 'Manchester By The Sea' premiere, 60th BFI London Film Festival, UK - 08 Oct 2016

LOS ANGELES – O tapete vermelho está sendo estendido, o champanhe está gelando e as estatuetas estão prestes a serem distribuídas.

Mas, com a nuvem do assédio sexual pairando sobre a temporada anual de premiações de Hollywood, a cerimônia do Globo de Ouro no domingo representará o primeiro teste de como o setor vai lidar com o escândalo que abalou a indústria do entretenimento.

“Essa é uma questão central em Hollywood e irá se apresentar nas premiações”, disse Tom O‘Neil, fundador do site sobre premiações GoldDerby.com.

Celebridades e cineastas que já foram grandes personalidades durante a temporada de prêmios foram afastados, removidos de produções ou ignorados em nomeações.

Mulheres estão planejando usar preto no tapete vermelho do Globo de Ouro em apoio a vítimas de assédio sexual, uma grande agência de talentos cancelou sua festa anual do Globo de Ouro para, ao invés disso, financiar a defesa de vítimas e a premiação Screen Actors Guild Awards, também em janeiro, contará apenas com apresentadoras.

“Todo mundo com quem eu tenho falado está aproveitando a oportunidade para tornar esse tipo de visibilidade e atenção mais significativa do que simplesmente sobre a glorificação de uma única profissão”, disse a atriz Michelle Williams, nomeada ao Globo de Ouro pelo filme “Todo o Dinheiro do Mundo”.

A premiação Globo de Ouro para filmes e séries acontecerá em Beverly Hills, no dia 7 de janeiro.