Caíque se destaca e Corinthians derrota o PSV nos pênaltis na Florida Cup

(Foto: AP)

ORLANDO – O Corinthians estreou com o pé direito na temporada, nesta quarta-feira, 10. Em seu primeiro jogo no ano, o time alvinegro derrotou o PSV Eindhoven por 5 a 4 nos pênaltis, após empatar por 1 a 1 no tempo normal, no estádio do Orlando City, pela Florida Cup. O destaque da partida foi o goleiro Caíque, que fez pelo menos duas grandes defesas no segundo tempo e ainda pegou um pênalti na disputa de penalidades. A equipe de Fábio Carille volta a campo no sábado, para encarar o Rangers, da Escócia, às 16h (de Brasília).

Enquanto o Corinthians chegou na Florida Cup como campeão brasileiro, o PSV também vive um grande momento. É o atual líder do Campeonato Holandês, com 46 pontos, cinco a mais do que o Ajax, em 18 rodadas.

Preocupado com o desgaste físico, devido aos poucos dias de treinamento, Carille decidiu escalar duas formações distintas no primeiro e segundo tempo. Na primeira metade do jogo, a equipe foi a campo com: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel, Rodriguinho, Jadson, Clayson e Romero; Kazim. Essa é a formação que deve estrear no Campeonato Paulista, quarta-feira, contra a Ponte Preta.

Como esperado, os jogadores demonstraram falta de ritmo, mas conseguiram mostrar virtudes. Romero e Clayson deram trabalho pelas pontas e chegaram com liberdade na linha de fundo.

O estreante Juninho Capixaba também mostrou desenvoltura e chegou até a dar uma bola por baixo das pernas de um marcador. Coincidentemente, Guilherme Arana, que era o titular da posição em 2017, ficou marcado por usar de tal drible diversas vezes ao longo da temporada.

No primeiro tempo, o Corinthians foi melhor e abriu o placar saiu aos 23 minutos do primeiro tempo. Jadson, que atuou mais centralizado, cobrou falta para a área, onde Rodriguinho apareceu com estilo e bateu no canto direito do goleiro do PSV.

No segundo tempo, o time do Corinthians que foi a campo teve: Caíque França; Léo Príncipe, Léo Santos, Warian e Guilherme Romão; Camacho, Maycon, Fellipe Bastos, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Junior Dutra. Os holandeses tiveram maior volume de jogo e tiveram pelo menos três oportunidades de empatar, sendo duas delas com grandes defesas de Caíque nos minutos finais. Em ambos os lances, o brasileiro Mauro Júnior teve a chance em chutes fortes e rasteiros. No primeiro, aos 42, o goleiro defendeu com a ponta dos dedos. E aos 44, foi a vez dele utilizar o pé esquerdo para salvar a equipe.

Mas no último lance da partida, após bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Lammers chutar e, desta vez, conseguir superar Caíque. A decisão foi para os pênaltis e mais uma vez brilhou a estrela do goleiro corintiano.

Maher e Schwaab fizeram para o PSV enquanto Júnior Dutra e Fellipe Bastos marcaram para o Corinthians. Lammers, que havia feito o gol no tempo normal, bateu e Caíque fez grande defesa para garantir a vitória. Maycon, Camacho e Giovanni Augusto ainda fizeram para o time brasileiro e Arias e Malen marcaram para os holandeses.