Após escândalo, diretor decide refazer cenas de Kevin Spacey para substituí-lo em filme pronto

Spacey (à direita) vai ser substituído pelo ator veterano Christopher Plummer (à esquerda) (Foto: Reuters)

LOS ANGELES – O ator americano Kevin Spacey vai ser cortado do filme All the Money in the World, dirigido por Ridley Scott, pouco mais de um mês antes da estreia.

A decisão é mais uma reação às denúncias de assédio sexual contra o astro.

Spacey, que interpreta o magnata do petróleo John Paul Getty no filme, será substituído por Christopher Plummer. O longa conta a história do sequestro do neto adolescente do bilionário, John Paul Getty III, em 1973.

O papel de Spacey será reformulado e suas cenas regravadas. Mas a expectativa é que a data de lançamento do filme, previsto para estrear em 22 de dezembro, seja mantida.

De acordo com a revista americana Variety, Spacey gravou por cerca de duas semanas e, em muitas cenas do filme, ele era o único ator na tela.

Mark Wahlberg e Michelle Williams, que também atuam no longa, devem participar das novas filmagens.

A produção também foi retirada da escalação do festival anual do American Film Institute (AFI), em Los Angeles.

Declínio

A carreira de Spacey começou a ruir em 30 de outubro, quando o ator Anthony Rapp contou ter sido assediado pelo astro na adolescência, em meados da década de 1980. Após a denúncia, Spacey revelou ser gay – e foi duramente criticado por ativistas LGBT, por ter, supostamente, usado sua sexualidade como “cortina de fumaça” para tirar a atenção das acusações de assédio.

Em meio à polêmica, o Netflix, provedor americano global de filmes, anunciou a suspensão de Spacey de House of Cards, série protagonizada pelo ator, e o encerramento após a próxima temporada.

Já Academia Internacional de Artes e Ciências Televisivas, responsável pelo Emmy Internacional, avisou que não dará mais um prêmio honorário a Spacey, ao mesmo tempo que o agente do ator rescindiu o contrato com ele.

Desculpas e tratamento

Rapp acusou Spacey de tentar seduzi-lo quando ele tinha 14 anos.

Em resposta, Spacey disse que não se lembrava do episódio e pediu desculpas.

Desde então, surgiram outras denúncias de assédio sexual contra Spacey. Em uma delas, a jornalista americana Heather Unruh acusa o astro de ter assediado sexualmente seu filho de 18 anos no ano passado.

Um representante do ator disse, por sua vez, que ele está buscando tratamento.

“Kevin Spacey vai tirar o tempo necessário para buscar diagnóstico e tratamento”, informou um representante do ator à revista Variety.